Este site usa cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website concorda com o seu uso. Para saber mais leia a nossa Política de Cookies.

Portugal e EDP Comercial na linha da frente

Portugal e EDP Comercial na linha da frente

Em 2020, a EDP obteve um crescimento de 90% no mercado ibérico do autoconsumo. São mais de 800 os projetos que já fazem parte do seu portefólio.

Publicado em 07 de Junho de 2021 às 07:00

A nível mundial, a energia renovável prossegue o seu caminho de crescimento. Segundo dados da Bloomberg NEF (New Energy Finance), em 2020, 75% da nova capacidade de energia instalada foi proveniente de fontes verdes. A tecnologia fotovoltaica representou 45% destas novas instalações, cimentando o solar como a quarta maior fonte de energia a nível global, em muito devido às inovações tecnológicas que permitiram reduzir os custos de produção e, também, ao desenvolvimento de soluções para armazenamento desta energia. Há alguns fatores que importa destacar, como a redução do preço das baterias que, entre 2010 e 2020, caiu 89%, permitindo uma maior autonomia do sistema, e os sistemas inteligentes de gestão de consumos, que permitem controlar, em tempo real, quanto está a produzir, consumir ou a vender à rede. Portugal está na linha da frente deste crescimento, tendo ficado em quarto lugar nos países com maiores taxas de penetração de energia eólica e solar, atrás da Dinamarca, Irlanda e Uruguai. A EDP Comercial, líder em Portugal e um dos principais players do mercado ibérico, está investida em acompanhar esta mudança e contribuir para um mundo mais sustentável. Para alcançar este objetivo, a multinacional traçou um plano ambicioso: até 2025 pretende abandonar a produção de carvão e, até 2030, quer ser totalmente verde, antecipando em vinte anos as metas de descarbonização. Nesse sentido, definiu um compromisso de adicionar 2 GW de capacidade de produção de energia solar descentralizada até 2025, nas várias geografias onde tem projetos em desenvolvimento, como Portugal, Espanha, Itália, Polónia, Brasil e Estados Unidos.

A aposta no autoconsumo de energia solar começou a dar frutos em 2020, ano em que a EDP obteve um crescimento de 90% no mercado ibérico, quando comparado com o ano homólogo. Ao todo, já conta com mais de 850 projetos nestes dois países, com 120 megawatt-pico (MWp), o equivalente a cerca de 120 campos de futebol.

Propostas à medida das necessidades

O crescimento a nível ibérico e internacional tem como base a adoção de soluções feitas à medida das necessidades e orçamento das empresas. Para as que queiram instalar painéis fotovoltaicos para produzir e consumir energia solar, o investimento inicial deixa de ser um obstáculo, através do modelo “As-a-service”, em que a EDP assume 100% do investimento e se encarrega da operação e manutenção da central, até 15 anos. “Neste modelo, garantimos que o cliente, para além de não fazer nenhum investimento inicial, beneficia desde o primeiro mês de uma poupança de custos líquida – e toda a gestão da instalação solar é assegurada pela EDP”, explica Miguel Fonseca, administrador da EDP Comercial.

Parcerias de sucesso

Exide: multinacional fabricante de baterias

A EDP Comercial estabeleceu uma parceria com a Exide, através do modelo “As-a-service” para a instalação de parques fotovoltaicos, dentro e fora de portas nacionais. Foi responsável pela instalação do parque solar fotovoltaico daquela empresa, o maior do país com sistema de armazenamento de energia, constituído por duas unidades de produção para autoconsumo nas instalações de Castanheira do Ribatejo e Azambuja.

Ao todo, o parque solar da Exide tem 20 mil metros quadrados e mais de 10 mil painéis solares, com uma capacidade instalada de 3,8 MWp. A energia produzida cobre parte da eletricidade consumida pelas duas instalações da empresa, permitindo uma poupança significativa e evitando a emissão de 31 mil toneladas de CO2.

A parceria entre a EDP Comercial e a Exide estende-se também a Espanha, perfazendo um total de 5 MWp instalados na Península Ibérica, e a Itália e à Polónia, onde existem projetos em desenvolvimento.

Millennium bcp

Esta instituição bancária deu um passo em frente na sua estratégia de sustentabilidade quando, em 2017, inaugurou uma central fotovoltaica em parceria com a EDP Comercial. São 3.700 painéis solares instalados em três dos seus edifícios no TagusPark, em Oeiras, com 1 MWp de potência instalada, que permitem produzir cerca de 1.3 GW/ano. Esta solução permite a autoprodução de 10% do total de consumo da instituição e uma poupança estimada na ordem dos 16,3% na fatura da eletricidade. Mas, tão importante quanto a poupança, é a redução anual de emissões de 572 toneladas de CO2.

“A parceria com a EDP no projeto da central fotovoltaica do Millennium bcp foi muito importante para reduzirmos a pegada ecológica do banco e permitiu que, desde janeiro de 2021, toda a eletricidade que utilizamos em Portugal seja 100% verde, num mix de energia produzida pela central fotovoltaica e de energia adquirida à EDP com certificado de origem renovável. O Millennium bcp assumiu o compromisso público de ser protagonista no processo de transição energética, quer ao nível das suas práticas e atuações, quer ao nível do apoio especializado para que os nossos clientes possam enfrentar, com sucesso, os riscos específicos e de transição que decorrem das alterações climáticas”, afirmou Miguel Maya, CEO do Millennium bcp, em declarações exclusivas ao Jornal de Negócios.

Por todo o mundo, há líderes a debaterem a descarbonização da energia, empresas a delinearem estratégias para mudar o cenário e aumentar a consciencialização da população. Mas este é um compromisso que deve ser feito por todos, incluindo as famílias e os negócios mais tradicionais.

EDP Business Summit 2021

Estamos num momento da nossa história em que os compromissos assumidos sobre as alterações climáticas obrigam a um esforço conjunto e urgente de todos os participantes da indústria, reguladores, governos, empresas e pessoas para alinhar incentivos, desenvolvimento tecnológico e mentalidade para promover mudanças. Neste contexto, a EDP Comercial lança o EDP Business Summit 2021 – Líderes e Corporações Comprometidos com a Transição Energética. Trata-se de um evento digital no qual oradores especialistas renomados internacionalmente irão partilhar e discutir princípios e práticas para acelerar a transição energética, imaginar novas soluções, assumir e incentivar a mudança. As temáticas abordadas estarão distribuídas por quatro painéis: Sustentabilidade, Energia Solar, Mobilidade Elétrica e Flexibilidade. No painel sobre energia solar estará Gabriel Nebreda, managing director da EDP Solar de Espanha. Com uma vasta experiência na área das energias renováveis, faz parte do grupo EDP desde 2007, onde já ocupou diversos cargos de responsabilidade como diretor corporativo de Desenvolvimento de Negócios Internacionais da EDP Renováveis.

Acompanhe a conferência no dia 17 de junho | Inscreva-se Agora
EDP Comercial
EDP Business Summit

Líderes e empresas comprometidos com a transição energética

Saiba Mais